Notícias > Reforma da Previdência

Imagem

Força Paraná intensifica luta contra o fim da Aposentadoria

Junto com outras seis centrais sindicais, a Força abrir uma frente de lutas contra a Reforma da Previdência anunciada recentemente

Reunidos na sede do DIEESE, em São Paulo, as sete grandes centrais sindicais do Brasil (CSB, CSP/Conlutas, CTB, CUT, Força Sindical, Intersindical e Nova Central) decidiram unir forças para lutar contra o fim da Aposentadoria, representado pela Reforma da Previdência recentemente divulgada. Para isso, as centrais elaboraram um documento assinado por todas, oficializando o posicionamento das entidades contra a Reforma. 

No documento consta, além da posição, os próximos passos desta grande luta pela manutenção das Aposentadorias dos trabalhadores. São eles: a organização do movimento sindical e dos segmentos sociais para alertar todos sobre o risco iminente do fim da Aposentadoria e a realização de “um seminário, em 12 de novembro, para iniciar a organização da campanha nacional sobre a Previdência que queremos”. 

Miguel Torres, presidente nacional da Força Sindical e que esteve no encontro representando a entidade, ressaltou que a única forma de os trabalhadores lutarem para impedir a aprovação de uma reforma que retira direitos é fortalecer ainda mais a unidade de ação. 

“A unidade, a resistência e a luta serão fundamentais para barrarmos mais este retrocesso e os graves impactos da ‘reforma’ na vida dos trabalhadores e trabalhadoras”, destacou.

Confira o documento das Centrais Contra o fim da Aposentadoria:

Comente esta notícia